Temer dá golpe na declaração do papa para inverter a seu favor

Para camuflar o seu golpe, Michel Temer não poupa nem o papa Francisco. Ele que costuma dizer que está em “missão divina” quando usurpar o mandato da presidenta Dilma Rousseff, tenta inverter a fala do papa Francisco, que condenou o golpe ocorrido no Brasil e cancelou uma viagem que faria ao país em 2017.


A declaração do Pontífice foi durante a inauguração de uma pequena estátua de bronze da padroeira do Brasil nos jardins vaticanos neste sábado (3), em que pediu uma reza a Nossa Senhora Aparecida para que proteja "todo o Brasil e todo o povo brasileiro neste 
momento triste", se referindo ao golpe contra a democracia.

Temer tentou inverter o significado da fala, usando-a a seu favor, ao dizer em entrevista na China, onde participa do G20, que o pontífice estava falando das manifestações contra o seu governo. Disse ainda que o Papa tem o mesmo objetivo que ele próprio: pacificar o país. “Eu acho que ele revelou uma preocupação com o Brasil, uma preocupação que todos temos”, disse o ilegítimo.

E não foi só isso. Apesar do Papa ter dito que não pretende vir ao país, Temer disse que “ele não tinha plano” de vir ao país. “Ele disse: 'eu tenho tanto desejo de voltar ao Brasil que, de repente, eu volte ao Brasil', manobrou o golpista.

Perguntado se o papa havia se equivocado no diagnóstico da situação brasileira, o presidente disse que não. “Equivocado jamais”, afirmou. 


Do Portal Vermelho, Dayane Santos com informaçõe sde agências

Share on Google Plus

About Itamar Calado