Governo russo diz estar cansado das acusações de interferência nas eleições dos EUA

O presidente do comitê de inteligência da Câmara dos Representantes dos EUA afirmou nesta segunda-feira (27) que não viu evidências de contato entre a campanha de Donald Trump e o governo russo durante a eleição presidencial de 2016.

O chefe do Comitê Permanente de Inteligência da Câmara, Devin Nunes, disse que o painel está expandindo uma investigação em curso sobre as atividades russas para incluir os esforços de Moscou visando as eleições dos EUA.
"Nem havia nenhuma evidência apresentada sobre conselheiros de Trump falando com russos", disse Nunes.
"Não tenho nenhuma evidência de telefonemas, mas isso não quer dizer que eles não existam, mas eu não tenho isso. E o que eu tenho ouvido de muitas pessoas é de que não existe nada. Mas ainda estamos averiguando isso", acrescentou.
Foi informado também que o Comitê de Inteligência da Câmara dos Estados Unidos divulgará publicamente as conclusões de sua investigação em curso sobre a alegada interferência da Rússia na eleição presidencial de 2016.
Share on Google Plus

About Itamar Calado